Como você se tornou anfitrião do Airbnb?

Former Community Manager em
London, United Kingdom
Former Community Manager
1.069 Visualizações

Como começou a hospedar.jpg

 

Olá a todos!

 

Não importa o tipo de acomodação que vocês compartilham com seus hóspedes, a decisão de se tornar anfitrião do Airbnb é uma decisão que pode ser tomada por diversos motivos.


Mesmo que a principal razão seja uma necessidade financeira, ser um anfitrião requer compromisso, boa vontade, empatia, profissionalismo e muito amor. Certamente cada um de vocês tem uma história curiosa sobre como se tornaram anfitriões.

 

Estou ansiosa para ler suas histórias. Não deixe de participar da conversa.

 

Uma ótima sexta-feira para todos!

---------------------


Acabou de chegar na comunidade? Leia Como começar.
Se precisar de ajuda, entre em contato com a May, ela é a nova gerente de comunidade.


 


 

15 respostas

Re: Como você se tornou anfitrião do Airbnb?

em
Brasília, BR
Level 10

Oi, @Gaby20! Td bem? Gostei do tópico!

Primeiramente, tornei-me anfitrião pela segurança e pela sistemática da plataforma. Eu alugava o meu apartamento mobiliado via imobiliária, contrato mais burocracias, e ao final de cada locação era sempre uma dor de cabeça com o estado do imóvel e da mobília , tanto que até hoje tenho um processo judicial contra um ex-inquilino).

Eu já conhecia o airbnb como usuário e então optei pela hospedagem por perceber que hóspedes (passageiros) cuidam muito mais do apartamento do que inquilinos (aqueles que moram de forma permanente), talvez porque a brevidade da hospedagem desperte um maior senso de responsabilidade, dentre outros fatores...

Afora isso, esse lance de hospedar se revelou muito agradável,  pois o airbnb permite que o anfitrião (caso se interesse por isso) propicie uma experiência diferente, praticamente particularizada para cada pessoa que se hospeda.É impressionante como, por uma simples foto de perfil e uma conversa, a gente consiga antever gostos e necessidades particulares e, a partir disso, agradar as pessoas com coisas simples e propôr uma experiência legal. Nem sempre acontece, mas costumo receber reconhecimento em forma de um chocolate sobre a mesa ou uma mensagem carinhosa de quem agora se tornou meu amigo. Daí descobri que gosto de receber e cuidar das pessoas. E eu nem sabia disso.

Um abraço!

 

 

Re: Como você se tornou anfitrião do Airbnb?

em
São Paulo, Brazil
Level 10

No segundo semestre de 2016, após equipar e montar um apto novo  para locar através de uma empresa que administrava locações para  grandes empresas da região, conversando com o zelador, fiquei sabendo de um apto  que tratava diretamente o aluguel para executivos sem intermediários, fui pesquisar e descobri o Airbnb...nem sabia o que era, como funcionava...anunciei e gostei de colocar em prática meu curso de hotelaria,foi tão bom o retorno financeiro, que adquiri outros dois estúdios para essa finalidade, mas a principal necessidade sempre foi a financeira mesmo, pois esses alugueis, complementam nossa renda. Além do ganho financeiro, ganhei amigos tbm!

Abraço @Gaby20!

Beatriz

Re: Como você se tornou anfitrião do Airbnb?

em
Rio de Janeiro, Brazil
Level 10

Minha estória é de certa forma semelhante à do @Mário28 e @Beatriz98.

Embora possa ser bacana e interessante hospedar, a principal motivação, é a financeira mesmo. O aspecto financeiro é sempre o retorno por um bom serviço ou produto oferecido, segundo as leis do mercado.

Re: Como você se tornou anfitrião do Airbnb?

em
São Paulo, Brazil
Level 10

Olá pessoal e @Gaby20,

 

Me tornei anfitriã após uma das minhas viagens como hóspede. Gostei tanto da experiência e também da ideia de complementar a renda e receber pessoas, que decidi me tornar anfitriã. Estou estudando a possibilidade de receber as pessoas em um outro imóvel! 

 

 

Abraços 

Re: Como você se tornou anfitrião do Airbnb?

em
São Paulo, Brazil
Level 2

AVISO AO ANFITRIÕES

Sou uma superhost. Isto significa que em dois anos, desde que eu passei a hospedar pelo Airbnb, eu sempre recebi ótimas referências das pessoas que hospedei. No dia 20/01, eu fui acordada pelo síndico do condomínio, que me notificava que o grupo de hóspedes que estavam na minha casa haviam promovido duas festas durante duas madrugadas seguidas, autorizando a entrada de 15 convidados que desrespeitaram os pedidos de silêncio e a proibição do uso da piscina. Eu entrei em contato com o Airbnb e solicitei o ressarcimento do valor da pernoite dos 15 convidados que entraram na casa às 01:50 e saíram às 6:00 e mais o reembolso de R$930,00 da multa. Hoje, passados 18 dias do ocorrido, eu fui surpreendida com a resposta do AIRBNB que depositou na minha conta metade do valor da multa. Ou seja, o Airbnb, me pagou aquilo que os hóspedes se predisporam a pagar. Nós temos vídeos da festa, foto do livro de ocorrências do Condomínios, O AUTO DA MULTA, além do testemunho dos funcionários e as reclamações do vizinhos. Nada disso serviu. O AIRBNB cobra uma taxa que é acrescida ao valor da locação e como todo intermediário, tem responsabilidade em garantir ao proprietário, o valor de caução para situações como esta. Transferir a responsabilidade do prejuízo a boa vontade dos hospedes que, pasmem, reconhecem que promoveram as festas mas não querem pagar é inacreditável. Não vou aceitar o ocorrido e fica aqui o aviso ao anfitriões do AIRBNB: quando o hóspede desrespeita as regras, você esta sozinho. Espero sinceramente, que o Airbnb revise a sua resposta. Fico no aguardo

Re: Como você se tornou anfitrião do Airbnb?

em
Curitiba, Brazil
Level 2

Olá sou novata como anfitriã, comecei em dezembro 2018....recebi ótimos hóspedes mas já tive algumas situações difíceis... tive um hóspede que veio da Líbia com a família e ficou um mês, durante a sua estadia a comunicação foi difícil porque ele não respondia as minhas mensagens, não fez nenhuma limpeza , a conta de luz veio de 633,00 reais ...ele deixava o ar ligado todo o tempo e as luzes também, foi embora quatro dias antes e não avisou, deixando as luzes ligadas e tudo imundo !...

Final da história:- tive que arcar com tudo, conta de luz , limpeza de dois dias para deixar tudo em ordem.

 Outra hospede ,ficou 6 dias, deu tudo certo foi feito self checkin e self checkout ....eu estava tranquila quando essa hóspede me manda whats dizendo que não foi ela que locou meu apto. e que não autorizou ninguém pra locar no perfil dela... fiquei desconfiada mas ao verificar no cadastro de entrada do prédio vi que dois sujeitos entraram e ficaram em meu apto., sem a hóspede!!! 

Isto é, entraram na conta dela e locaram pelo perfil dela!!!!

Loucura né?

Entrei com pedido de ajuda para o Airbnb....ainda não sei o que vai dar....mas me falaram que tive sorte que não roubaram nada e não estragaram nada do meu apto.....

Preocupante né?

Pode acontecer isso ....

Em tão pouco tem´po de anfitriã ( 3 meses ) e já aconteceu isso.

Mas ainda quero continuar , não será algumas "maçãs podres" que vão me desanimar!

Re: Como você se tornou anfitrião do Airbnb?

em
São Paulo, Brazil
Level 10

@Andrea2363, imagino a chatiaçao que passou... costumo pedir que enviem em qualquer reserva foto de documento, talvez no segundo caso vc já teria percebido que a dona do perfil não estava reservando o seu ap...e já teria denunciado antes de entrarem.Fez as avaliações nesses dois casos ?! Muito importante o comentário do ocorrido,para que não consigam mais alugar pelo Airbnb . Não desanime, isso é minoria. 

Beatriz

Re: Como você se tornou anfitrião do Airbnb?

em
São Paulo, Brazil
Level 2

E a gente pode pedir foto do.doc ? N sabia. Obrigada

Re: Como você se tornou anfitrião do Airbnb?

em
São Paulo, Brazil
Level 2

Que caso impressionante, esse. Mas pensei que o Airbnb checasse absolutamente todos os documentos dos hóspedes ! Como foi possível isso ? Preocupante. 

Abraço 

Maria Helen F Caldas

 

Re: Como você se tornou anfitrião do Airbnb?

em
São Paulo, Brazil
Level 2

Que experiência horrível. Não é a 1a estória desse tipo que escuto. Mas e o tal seguro que temos direito, mesmo depois de vc apresentar todos os docs ? Pq n pagaram ?

Abs e boa sorte daqui em diante

Re: Como você se tornou anfitrião do Airbnb?

em
Rio Grande do Sul, Brazil
Level 10

 

Oi @Gaby20 e anfitriões, muito bom dia!! 

 

Tornei-me anfitriã através de um casal de amigos que se ofereceu para administrar o studio que temos no centro da cidade, o qual estava sem uso e gerando custos mensais. 

 

Até então eu nunca ouvira falar do Airbnb, desconhecia o funcionamento da ferramenta e por isso mesmo, precisava que meus amigos administrassem tudo pra mim, de acordo com o que tratamos.

Isso aconteceu em abril de 2017.

Passado alguns meses estranhei que não entravam reservas e ao cobrar-lhes, disseram-me que não tinham tempo para atender as mensagens e que eu deveria fazer essa parte. 

 

Foi quando decidi conhecer a plataforma e com dificuldade de entender como tudo funcionava, quem determinava os valores, como ia receber pelas hospedagens, etc...assumi o comando do meu anúncio.

 

Na verdade comecei tudo do zero. 

Haviam 5 consultas que ficaram sem resposta, hospedes que atendi tardiamente com pedido de desculpas e explicações sobre a falta no atendimento. 

 

Lembro que passei muitas madrugadas insônes, lendo os tutorias e comentários aqui na CC, em busca de soluções para os problemas que vinha enfrentando por falta de experiência. 

 

Aos poucos fui pegando jeito e gosto por atender desde os primeiros contatos via chat até o check out.

 

Dediquei-me a ouvir meus hospedes e até pedir a eles um breve feedback sobre o que eu deveria melhorar no espaço e no meu atendimento.

 

Nos primeiros meses era eu quem fazia tudo, até a limpeza do apartamento. 

Hoje em dia tenho uma profissional para a parte da limpeza, restando à mim e por vontade própria, os cuidados com a roupa de cama e banho, além das compras necessárias para cada locação.

 

O meu começo não foi fácil, pois passei a lidar com algo totalmente desconhecido e sem ideia de onde tudo isso ia dar. 

 

Por sorte e muita dedicação, acabei resolvendo os problemas que surgiam e com os erros fui aprendendo uma atividade totalmente nova para mim. 

 

Tive sorte de receber hospedes maravilhosos, pessoais especiais mesmo, e cada um deles contribuiu para que eu perseverasse nessa minha nova caminhada.

 

Hoje estou com meu segundo espaço - https://abnb.me/56jIKHtNqU -  e incrível é que às vezes me sinto como se estivesse começando do zero novamente.

 

Os ganhos alcançados com as locações acabou despertando-me o interesse de tornar essa a minha principal atividade profissional, que por sua vez demanda tempo e atenção dedicada, quase que individualizada, pois nada é igual ou se repete. 

 

Porém, apesar de estar canalizando todos os esforços para que essa atividade se mantenha como a principal, ainda não consigo fazer da mesma, a minha única fonte de renda. Tenho percebido uma queda brusca na procura e preços, além de um aumento significativo de espaços novos.

 

Continuo atendendo hospedes com dedicação e carinho, mas hoje com uma visão menos romanceada e mais profissional, se assim posso dizer, uma vez que nunca fiz curso dentro da área, tudo o que sei nasceu da necessidade de aprender e buscar o conhecimento como autodidata.

 

Aqui não é exatamente o espaço e até me desculpa Gaby por mencionar, mas não posso ignorar o comentário da anfitriã @Luciana85, pois situação similar aconteceu comigo e caso eu cancelasse a reserva - direito que cabe à mim, uma vez que as regras foram desrespeitadas - perderia todo o valor da mesma e já não conseguiria mais alugar o período.

E isso apesar de eu ter adotado como politica de cancelamento a forma rigorosa.

A informação me foi transmitida por telefone no momento em que busquei amparo na Central de Ajuda. 

 

No entanto, devo salientar, que o fato foi um caso totalmente atípico, não posso julgar a plataforma apartir de um situação isolada. 

 

Também não posso esquecer das inúmeras vezes que tive minhas solicitações atendidas e em todas recebi um ótimo atendimento. 

 

Desejo felicidades, boas reservas e sucesso a todos que fazem parte dessa imensa família chamada Airbnb.

 

Parabéns pelo post @Gaby20 !!

Você é formidável!! Consegue nos aproximar com temas uteis e super interessantes.

 

Beijos,

Abraços a todos, boa continuação de feriado.

 

Gladis

 

Re: Como você se tornou anfitrião do Airbnb?

em
São Paulo, Brazil
Level 10

Bom dia @Gladis3 ! Parabéns pelo novo anúncio! Que lugar charmoso! Rico em detalhes! E a vista então?!!! Desejo muito sucesso! 

Não poderia deixar de comentar aqui @Gaby20  ,quando  @Gladis3 citou ..."uma visão menos romanceada e mais profissional"...pois compartilho dessa opinião!! Muitos hóspedes desrespeitando regras ,ultimamente tenho entrado em disputas para pagto de danos ou descumprimento de regras, coisa que não acontecia com  frequência quando comecei. 😞

Algo precisa mudar , quando entramos em disputa através do Airbnb, que seja  efetivo o cumprimento de regras para proteger os anfitriões e um programa para sinalizar e privilegiar os ótimos  hóspedes. 

abraços!!

Beatriz

Re: Como você se tornou anfitrião do Airbnb?

em
Rio Grande do Sul, Brazil
Level 10

 

Boa tarde @Beatriz98!!

Que bom ler que você gostou do espaço, pois tenho me esmerado bastante nesse meu novo projeto, toda a semana tem novidades, pois ainda estou comprando alguns itens que faltam e também decorando os ambientes.

 

Concordo 100% com o que você mencionou, pois tenho percebido uma mudança comportamental por parte dos hospedes, apesar de ainda sutil no meu entendimento, mas perceptível. 

A impressão que tenho tido é que o hospede pode tudo e a ele nada acontece. E parece que eles têm a real noção de impunidade dentro da plataforma.

 

Enquanto nós, anfitriões, vivemos tensos, preocupados por atender a todas as necessidades dos hospedes, providenciando sempre o melhor, para não sofrermos penalidades. 

 

Ainda nesse instante recebi uma consulta, cujo hospede perguntou-me se poderia ir pagando mensal até o check in em julho, ao que prontamente respondi com alegria que sim, poderia parcelar no cartão em até 12x. 

Ele simplesmente respondeu-me que ia procurar quem aceitasse parcelar direto, pois não trabalha com cartão. 

Deixei claro que esse comportamente não é aceito, porque fere a politica de reservas do Airbnb e que seria impossível encontrar quem estivesse disposto a correr o risco de ser banido do site por uma simples reserva. 

 

Ao clicar nos três pontinhos e ir em denunciar, o site me oferece denunciar o meu espaço hehehe...não tem alternativas que refiram-se ao hospede. 

 

Não sei, mas algo deve ser feito com intuito de proteger mais os anfitriões. 

Se existem regras é para serem cumpridas! Senão vira “Terra de Ninguém”!

 

Penso que quando um anfitrião abre uma disputa é porque teve um problema que deve ser resolvido o mais rápido possível, pois ele já foi penalizado ao ter tido algo danificado, destruído, furtado...e até provavelmente danos que o impeçam de alugar novamente até que a situação se resolva. 

 

Se faz urgente um olhar mais criterioso e atencioso por parte da plataforma, àqueles que trabalham duro para levar o nome Airbnb em alto conceito e a toda a parte do mundo. 

 

Grande abraço a todos!!

 

Gratidão @Gaby20  e @Beatriz98 !

 

Gladis

 

 

Re: Como você se tornou anfitrião do Airbnb?

em
São Paulo, Brazil
Level 2

Olá @Gladis3 e @Beatriz98 ,

Que bom que vocês compartilharam suas experiências. Elas confirmam fatos que evidenciam a necessidade urgente do Airbnb rever sua atuação no que se refere a proteção dos anfitriãos. No meu caso, após postar aqui e no site "Reclama aqui", eu consegui obter o reembolso integral da multa. Mas não me sinto mais segura em fazer as locações como eu fazia antes.

A hóspede que agiu descumprindo as regras permanece praticamente impune.  Nada impede que ela continue a hospedar-se pelo Airbnb. Ela não é proibida de fazê-lo apesar de todas as evidências do seu comportamento deliberadamente nocivo.

É verdade que no seu perfil, consta o meu comentário, mas isto é suficiente? O que a impede de fazer uma nova vítima? Eu tenho a relação completa dos nomes das hóspedes que alugaram a minha casa porque exijo o envio de fotos dos documentos na véspera, porém esta é uma iniciativa minha. O Airbnb tem uma politica de privacidade que impede o acesso aos dados dos hóspedes. Talvez tenha sido isto que a impediu de continuar agindo, quando eu ameacei chamar a polícia. Mas talvez, isto se deve simplesmente pelo fato de eu ter tido a iniciativa de exigir a identificação oficial de todas. Enfim, repito aqui as palavras da @Gladis3  no sentido da necessidade do Airbnb rever sua postura e estabelecer procedimentos que garantam à proteçao daqueles que "trabalham duro para levar o nome do Airbnb em alto conceito e a toda parte do mundo".

Abraços a todos

Luciana

Participar da conversa